terça-feira, dezembro 09, 2008

Sobre o Natal e as Cartinhas

Este texto deveria ter entrado aqui semana passada, mas andei tão atarantada que acabou ficando sempre para depois. Hoje resolvi escrever conforme dá e corrigir no final para não correr o risco de dizer alguma besteira ou soar repetitiva.

Faz parte da minha lista de 101 em 1001 a adoção de ao menos uma cartinha do Papai Noel dos Correios por ano. Continuo sendo uma grande entusiasta da campanha, mas como neste ano tentei algumas vezes adotar a minha cartinha, e até o final de Novembro não havia chegado nenhuma na Agência mais próxima à minha casa, acabei partindo para outra alternativa.

A empresa em que a minha cunhada trabalha disponibilizou cartas de algumas instituições reconhecidas para que os funcionários adotassem. E nós (Gi, Tathi, eu e Vi) adotamos duas. As meninas adotaram um idoso e eu e o Vi um adolescente. A idéia era a doação de uma muda de roupa, um sapato e um kit de higiene/um brinquedo e um kit guloseimas (estes últimos respectivamente).

Desesperada que sou, comprei calça, bermuda, camiseta, meias, cuecas, tênis... Fiz um kit bem gordo de guloseimas também, mas tive algumas dúvidas a respeito do brinquedo. Como não havia informação sobre a deficiência do rapaz, acabei optando por um carrinho simples ao invés de personalizar o presente. Não gastamos muito dinheiro e fizemos a nossa parte. E o item da minha lista? Considero correta e nada trapaceada a adaptação dele.

2 comentários:

Philip Rangel disse...

Saudações..

estou de volta com o Entrando numa Fria..não sei se ainda lembra de mim...

que começe neee

Juliana disse...

Eu fiz isso tb... fiz pela VM, na verdade, mas adotei uma little girl de 7 anos, tenho que levar até amanhã um conjuntinho e um sapato...
Marcos (o carioca) fez isso aí dos Correios... pegou 2 cartas, uma pedindo um beliche e a outra, um par de patins...
bjo!