quinta-feira, outubro 30, 2008

Não sou professora de português, muito longe disto, mas como pego pouco tempo de metrô de cada vez e enjôo só de pensar em ler dentro do metrô, acabo prestando atenção no que acontece em volta... E praticamente todos os dias no metrô escuto variações de uma frase que sempre me fazem pensar nas aulas que tinha no cursinho e em perguntas de concurso... Para passar basicamente a mesma mensagem, já ouvi:

1) "Atenção usuário parado próximo à porta: ficar parado em frente à porta atrapalha o fluxo de entrada e saída" - confesso que, apesar de saber que não há câmeras nem microfones que levem o som dos vagões ao condutor, na primeira vez que ouvi esta, olhei para as portas do vagão em que estava para ver quem poderia estar fazendo algo de errado, pois há uma pausa estratégica antes da conclusão que dá a impressão (errada) de ser uma mensagem específica para alguém.

2) "Atenção! Usuário parado próximo à porta atrapalha o fluxo de entrada e saída" - claríssima, certo? Acho que passa a mensagem melhor que a anterior.

3) "Atenção usuário! Ficar parado próximo às portas atrapalha o fluxo de entrada e saída" - outra bem clara, com a mensagem bem definida.

Não sei qual é a regra para o uso dessas frases, mas como são já alguns anos estudando português para concursos públicos, não consigo deixar de achar que as frases 2 e 3 passam melhor a mensagem - por mais que tenham menos impacto - e nem de fazer um auto-exercício de uso de vírgulas e pontos cada vez que ouço cada variação... rs


PS: 1) Continuo ficando indignada e outras coisas com o excesso de propaganda e a falta de reais condições de sobrevivência digna dentro dos trêns do metrô em alguns momentos do dia.

2) Eu uso metrô porque trabalho em um horário diferente do normal. Ter como opções "horas parada no trânsito" e, literalmente, "colada a estranhos" dentro de um vagão seria algo complicado para mim...

Um comentário:

Lulu on the Sky® disse...

O povo não sabe usar transporte coletivo.. Lamentável.
Big Beijos