terça-feira, maio 27, 2008

Filme: Homem de Ferro

Apesar da minha face pseudo-nerd, não conheço nada de quadrinhos...Tipo, lia muito Turma da Mônica mas não é disso que vamos falar hj... Com todas as recomendações positivas que eu e o Lu ouvimos, resolvemos ir ao cinema ver Homem de Ferro. Desconsiderando todo o meu stress com a falta de atendentes no guichê que me atrasou um pouco - perdi um pedaço da introdução -, eu gostei, e muito, do filme.

De acordo com a Wikipedia, nos quadrinhos, em sua primeira visita ao Vietnã, Tony Stark - um playboy norte-americano envolvido com a indústria armamentista com o objetivo de aumentar sua fortuna - sobreviveu à explosão de uma bomba, porém estilhaços da mesma atingiram seu coração. Os vietcongues o capturaram e Wong Chu - líder deles - intimou-o a criar uma poderosa arma com a promessa de operá-lo para retirada dos estilhaços. Tony pareceu obedecer, mas não criou uma arma, e sim algo que o mantivesse vivo e lhe permitisse derrotar o vietcongue. Preso com ele estava outro gênio, o professor Yin Sen. Stark revelou seu plano ao professor, e Yin Sen o ajudou a construir a armadura que o manteria vivo.

No filme, desde criança Tony Stark mostra grande intimidade com motores e máquinas. Com a súbita perda dos pais em um acidente aéreo, ele herda um império armamentista. Sob a influência de Obadiah Stane, amigo e sócio de seu pai, Tony passa a desenvolver armas cada vez mais sofisticadas ao mesmo tempo que leva uma vida de playboy, totalmente irresponsável e inconseqüente. Na vida, ele conta e confia somente na fiel Srta. Pepper Poots e no Tenente-coronel James Rhodes.

Um belo dia, ao apresentar sua mais nova arma, o míssil Jericho, em uma zona conflituosa, Stark acaba seqüestrado por um grupo terrorista islâmico, Os 10 Anéis. Em seu cárcere, ele é intimado a construir uma versão do novo míssil e acaba percebendo que seu modo de pensar estava um tanto quanto equivocado.

Consciente da provável iminência de sua morte, ele resolve trapassear os terroristas e contrói um veículo/armadura que tenha alguma chance de lhe permitir a fuga. Para tal feito, ele conta com a ajuda de outro prisioneiro, Yinsen, que havia salvo a sua vida ao criar um dispositivo precário para evitar que os estilhaços de uma bomba chegassem aos órgãos vitais de Stark (que foi perfeiçoado e virou a "bateria" da armadura). Percebam que a história é até que parecida...

Após uma fuga, como dizer, inusitada para não dizer sortuda, ele é resgatado pelos americanos e decide não mais fabricar armas. Seu mentor, Stane, fica louco e propõe que ele se afaste dos negócios por um tempo. Sem consciência de que o inimigo estava mais perto que o imaginado, ele aproveita esse tempo e começa a desenvolver uma versão melhorada de sua armadura, nascendo assim o Homem de Ferro.

Claro que eu economizei na hora de contar o filme, mas ele é muito bom!!! Cada vez que começavam os primeiros acordes de Iron Man do Black Sabbath eu sorria sozinha... O Tony Stark do Robert Downey Jr. é muito cafajeste, de um jeito que é impossível não rir.


Título Original: Iron Man
Estúdio: Dark Blades Film / Marvel Entertainment / Road Rebel
Direção: Jon Favreau
Duração: 126 minutos


PS: Eu ri muito tb da aparição do Stan Lee.

Um comentário:

Lulu on the Sky® disse...

Cris,
O Downey Jr. foi muito elogiado pela critica pela sua atuação.
Big Beijos