sexta-feira, agosto 01, 2008

Qual é o seu bairro? - 2/4

Grajaú e Pedreira: Ambos Ficam a 10 minutos do fim do mundo, de cada 100 habitantes, 80 moram na favela, e 15 morrem antes de responder e 5 assaltam o entrevistador. Os 2 bairros ficam as margens da represa Billings, a praia paulistana cheia de cadáveres e fezes boiando, devidos as favelas, praias sujas e tiroteios constantes, dizem que esses 2 bairros são os que representam bem a elite de São Paulo.

Higienópolis e Pacaembu: Bairros da zelite brasileira decadente. Os moradores são filhos dos barões do café do passado, que já não têm mais porra nenhuma. Só não perderam a pose. Lá há mais judeus por m² do que todo o estado de Israel, motivo pelo qual também é conhecido por Yidishenópolis. São os bairros mais invejados pelos moradores dos Jardins.

Itaim Bahiano: Para os nerds Itaim Paulista, é um bairro parecido com São Miguel Paulista, só que consegue ser pior ainda, cerca de 90% das ruas não são asfaltadas, apenas a Avenida Marechal Tito, que é a principal, tem asfalto, tem 99, 919% dos córregos correndo a céu aberto, apenas na teoria, porque na pratica as favelas tomaram até dos córregos e estão em cima deles, fica mais perto do centro de Guarulhos do que do centro de São Paulo, Chuck Norris foi o 1° a chegar nesse bairro. Diz a lenda que Chuck Norris procurava um banheiro, então como não achou uma privada fez suas fezes ali mesmo no Itaim.

Indiaquera e Baianases: Para os nerds são conhecidos como 'Itaquera' e 'Guaianases'. São compostos 100% pelo pobre clássico: torce para o Corinthians (até a estação do metrô é Corinthians-Itaquera), se espreme no ônibus e no metrô para ir trabalhar do outro lado da cidade como pedreiro, porteiro, empregada doméstica ou operador de telemarketing, e a única diversão no fim de semana é se amontoar no barraco da laje para comer churrasquinho de gato, tomar cerveja e dançar pagode com os amigos.

Ipiranga: Bairro odiado por todos os brasileiros, pois foi aí que Dom Pedro cagou e o Brasil nasceu. Hoje em dia é habitado por uma classe média decadente.

Itaim Bibi: Bairro onde só tem riquinhos, como pattys e boyzinhos, que se acham a última bolacha do pacote.

Jabaquara: Tem sua população composta de 1% de moradores, 25% de habitantes do ABC que fazem baldeação dos ônibus da Metra pra linha Azul do Metrô e 74% de surfistas, farofeiros e afins que descem pro Reino de Santos. Tem como atração turística os aviões que passam dando rasante tentando descer no porta-aviões, ops, aeroporto de Congonhas. Totalmente dominado pelo tráfico.

Jaguara: Bairro de 'exilados políticos' da União Soviética. Aqui você tem o prazer de escutar as pessoas falando um idioma sem vogais, totalmente diferente do resto da cidade!!! Além de você nunca saber onde fica a padaria ou o boteco por aquelas letras toscas. Único lugar do mundo onde as pessoas têm orgulho de serem russas ou polacas. Dominada pela Máfia Russa e pela Reversal Russa.

Jaguaré: É um bairro com riquinhos filho de papai que estudam na USP, e pobres miseráveis de mais uma favela que fica na marginal, favela com vista para o Shooping Villa Roubos, é um bairro de grande desigualdade, de um lado os ricos são-paulinos que soltam a franga, e de outro os pobres corintianos assaltantes de carrinho de hot dog.

Jaraguá: Também conhecido como Jaramaica a terra dos regueiros paulistanos e é também o lugar onde localiza-se o monte sagrado Pico do Jaraguá, o ponto mais alto de São Paulo e o cartão postal do bairro, de lá pode-se ver o santuário do Silvio Santos, o prédio do SBT.

Jardins: Quatro bairros também da zelite brasileira... É também o maior reduto de concentração de veados por metro quadrado, que se concentram no famoso Shopping Gay Caneca. Simplesmente um LUXOOO!

Jardim Ângela e Jardim São Luís: Só tem favela, traficante e bala perdida para tudo quanto é lado. Diz-se que 110% das moradias desses lugares são favelas. Na verdade morre mais gente lá do que no Iraque. A vantagem para os moradores é que eles podem dizer sem mentir que moram nos Jardins, e na Zona Sul. Apesar de dizerem o contrario, Jeremias nasceu e cresceu lá. Segundo a história, lá era um lugar mais chique do que todo o resto de Londres, mais Chuck Norris chegou lá e não gostou do bairro... O resto como vocês sabem, é história.

Lapa: Mais um bairro paulistano que se divide em quatro, segundo os corretores de Arranha-Céus da Carlos Weber: Lapa de Cima, Lapa de Baixo (essas duas divididas pela Linha do Trem), Parque da Lapa (área próxima ao cemitério, local do ponto final do '8615/10 - Pq da Lapa-Terminal Pq Dom Pedro II') e City Lapa (versão piorada de Moema). Bairro totalmente sem graça de se morar, porque nem reforma se pode fazer nas casas. Famoso pela calma rua 12 de Outubro e pela maior feira livre do mundo, conhecida como Ceasa (ou Ceagesp para os mais nerds). Possui um dos melhores hospitais públicos da América Latina, o SOCORROcabana.

Um comentário:

Lulu on the Sky® disse...

Ai Cris, vc sabe q é verdade isso sobre os bairros. :P
Big Beijos