sexta-feira, agosto 08, 2008

Qual é o seu bairro? - 3/4

Liberdade: Bairro japonês, mais japonês que Tóquio. Dominado pela Yakuza e por otakus o_O'. À noite, existe uma grande variedade de prostitutas comidas pelo 'Velhinho que comeu e não pagou'.

Marsilac: Segundo o Padre Quevedo, isto non ecziste. Provas disso é que dizem que de lá dá para ver o mar, tem uma reserva de Mata Atlântica e só se chega de helicóptero. Em plena cidade de São Paulo. Reza a lenda que o bairro tem vista para o mar, visto que está a 8 km do litoral.

Moóca: Aí estão os italianos carcamanos maledettos fazedores de pizza e as nonnas. Os habitantes deste bairro são conhecidos como Mooconheiros e são os únicos no país que torcem para o Juventus - de longe, o pior time do Brasil. Na verdade a Moóca é uma espécie de filial napolitana em São Paulo, e até os moradores acham que estão em outra cidade, tanto que inventaram até um hino para o próprio bairro. Dominada pela Máfia.

Moema: Para quem tem dinheiro, é o Éden da cidade. Em nenhum outro lugar do mundo se concentram tantas putas de luxo quanto nesse lugar. Por isso é o lugar preferido escolhido pelos executivos trambiqueiros em geral para morar. O problema é que existem outros trambiqueiros além deles que circulam pelo bairro - o que justifica o alto índice de arrastões que acontece todo dia lá.

Morumbi: Sede do maior estádio da cidade, o 'La Bambinera'. Bairro mais freqüentado pelos moradores dos Jardins - bambis, são-paulinos gays, as mansões dos multibilionários ficam na parte alta, enquanto as favelas ficam na parte baixa. Assim como o Rio de Janeiro que tem a Baía de Guanabara, o Morumbi também tem um esgoto a céu aberto: o Rio Pinheiros (que ainda é mais limpo que a guanabara). No Morumbi também é onde fica mansão de Sílvio Santos, a Domus Abraveneum

Parelheiros: Apesar de tudo, tem a 'honra' de ainda ser chamado de São paulo, fica a 2 horas da outra ponta do mundo, lá mora o carteiro Jaiminho. É um lugar bom para quem não gosta de civilização, pois o homem branco ainda não chegou até lá. Além disso, é desse terminal que sai um ônibus chamado 'Papai Noel'. Se Parelheiros já fica na puta que pariu fim do mundo, imagine Papai Noel.

Penha: É o bairro dos manos. Quem vai até essas quebrada precisa ir prevenido para não olhar para nenhuma mina, nem ir vestindo a camisa do Parmera, senão vai arrumar treta com os truta.

Perdizes/Pompéia: De um lado, só tem os estudantes maconheiros da PUC e músicos decadentes. Do outro, sedia o grande chiqueiro da cidade: o Parque Antártica. Facilmente um carro fica na vertical, pois suas ruas são absurdamente ingremes.

Perus: Bairro misterioso localizado além da civilização.

Pinheiros: Se Moema é o bairro das putas de luxo, Pinheiros é o bairro dos filhos dessas nobres senhoras: quase todos os políticos e ex-prefeitos da cidade moram nesse lugar. Os filhos deles são os vagabundos que passam o dia em algum boteco da Vila Madalena divagando sobre o quão injusta é a sociedade moderna (menos com eles, é claro), e as esposas são outras putas de luxo, que sempre fazem as compras de mês na Daspu. Em pinheiros fica o prédio mais feio (eufemismo) da cidade, o edifício Villa Europa.

Pirituba: Considerados por muitos como a Acre da cidade, terra de pagodeiros metidos a ricos. Os moradores afirmam que são descendentes de holandeses, só para não dizerem que são simplórios nordestinos. Aliás, o consumo de maconha e a viadagem do bairro são semelhantes a Amsterdã. É a terra de importantes personalidades como a Tua Mãe, Inimigos da HP e Snoopp Dogg. Dominada pelo tráfico.

Ponte Rasa: Todo mundo que mora lá sempre fala que mora na Penha, as unicas pessoas que conhecem esse bairro são as pessoas que usam como rota a Avenida São Miguel.

São Miguel Bahiano: Mais conhecido como 'São Miguel Paulista' pelos nerds, tambem conhecido como o enclave da Bahia na capital: 99,99% dos habitantes são nordestinos, o restante é filho de nordestino, casado com nordestino, ou é amigo de nordestino. É a terra natal do grande cantor da dor de cotovelo Antônio Marcos e da cantora Tecno-Brega-Sertaneja Roberta Miranda. Tem um forte movimento separatista que quer separar o bairro da cidade, pois teve a sua secular autonomia anulada pela Ditadura Militar. A diversão nos finais de semana é encher a cara no Bar do Coquinho e nos 20.000 bares que infestam o bairro (uma média de 1 bar para cada 10 habitantes).. Também pode-se alugar filmes piratas que detonam o seu DVD ou cuidar-se da vida alheia em rodas de senhoras (leia-se fofocas). O esporte do bairro é fazer a famosa TV a gato nos finais de semana, porem com o roubo dos cabos dos postes e a substituição dos mesmos por fibra ótica, o laborioso povo de St. Michael City criou uma nova categoria de comércio: A TV A GATO DIGITAL. É só procurar o seu amigo que fez 3 anos de FATEC e pronto - você tem um cartão de acesso clonado ou um receptor 'batizado' para acessar a Net, a NOSSATV, a SKY, a TVA, etc...; Dominado pelos bandidinhos pés de chinelo que fingem que são do P.C.C. e do tráfico..., mas são tudo uns Zé Manés!

Um comentário:

Lulu on the Sky® disse...

Pior q é verdade esse negócio dos bairros.
Big Beijos