quarta-feira, novembro 28, 2007

Crônica

As amizades são feitas de pedacinhos...
(Letícia Thompson)

Amizades são feitas de pedacinhos.

Pedacinhos de tempo que vivemos com cada pessoa.

Não importa a quantidade de tempo que passamos com cada amigo, mas a qualidade do tempo que vivemos com cada pessoa.

Cinco minutos podem ter uma importância muito maior do que um dia inteiro.

Assim, há amizades que são feitas de risos e dores compartilhados; outras de escola; outras de saídas, cinemas, diversões; há ainda aquelas que nascem e a gente nem sabe de quê, mas que estão presentes.

Talvez essas sejam feitas de silêncios compreendidos, ou de simpatia mútua sem explicação.

Hoje em dia, muitas amizades são feitas só de e-mails e essas não são menos importantes. São as famosas "amizades virtuais". Diferentes até, mas não menos importantes.

Aprendemos a amar as pessoas sem que possamos julgá-las pela sua aparência ou modo de ser, sem que possamos (e fazemos isso inconscientemente às vezes) etiquetá-las.

Há amizades profundas que são criadas assim.

Saint-Exupéry disse:

"Foi o tempo que perdestes com tua rosa que fez tua rosa tão importante".

E eu digo que é o tempo que ganhamos com cada amigo que faz cada amigo tão importante. Porque tempo gasto com amigos é tempo ganho, aproveitado, vivido.

São lembranças para cinco minutos depois ou anos até.
Um amigo se torna importante pra nós, e nós para ele, quando somos capazes, mesmo na sua ausência, de rir ou chorar, de sentir saudade e nesse instante trazer o outro bem pertinho da gente.

Dessa forma, podemos ter vários melhores amigos de diferentes maneiras.

O importante é saber aproveitar o máximo cada minuto vivido e ter depois no baú das recordações horas para passar com os amigos, mesmo quando estes estiverem longe dos nossos olhos.




PS: Amanhã, excepcionalmente não haverá post. Irei a uma apresentação de balé...


O Pequeno Príncipe: Com Aquarelas do Autor por R$ 16,00

2 comentários:

Lulu on the Sky disse...

Esse livro do Pequeno Principe é o máximo.
Big Beijos

luma disse...

Cris, você fez o meme da ilha!! Travesseiro e colchão? Então é dorminhoca. Eu imaginava que nessa certa infraestrutura já estivesse incluído o básico.
Eu tinha amizades reais que pela dificuldade de encontrar pessoalmente passaram para o campo virtual. E amizades virtuais que se tornaram bem reais. Não vejo muita diferença. Hoje em dia, elas são o reflexo de nossa vida, da falta de tempo para nos deslocarmos.
Bom fim de semana! Beijus